O cerimonial...

domingo, 10 de fevereiro de 2008

Foto: Ricardo Gomes

O tempo foi passando a comunidade foi crescendo cada vez mais e ficando conhecida entre as noivinhas e fornecedores de casamento. Eu achava um barato! Quem diria que um hobby viraria uma "ferramenta" importante de pesquisa para as noivinhas? Juro, eu não achava que isso fosse acontecer! A idéia era brincar mesmo. Mas uma brincadeira organizada! :)

E surgiram entrevistas em sites, revistas e aos poucos o incentivo de noivinhas da comunidade, amigos, familiares e principalmente do meu marido para que eu começasse a trabalhar com casamentos. Eu pensava: Será que vai dar certo? Era um sonho!!!!

Foi um dia bacanérrimo! Eu e meu marido saímos para almoçar com meus sogros. O Marcos não parava de colocar pilha na idéia do cerimonial e eu quietinha. Meus sogros conversaram comigo e disseram que também apoiariam muito. Que casamento era uma coisa que me fazia feliz, que quando eu falava no assunto meus olhos brilhavam... Fui ficando empolgada!

Depois do almoço tinha um orkontro de noivas da comunidade. E lá eu contei que ia começar a trabalhar com casamentos. As meninas ficaram felizes e deram a maior força. E de repente a Anamaria (uma noivinha da comunidade) sentou ao meu lado e disse que queria que eu fizesse o casamento dela. Confesso que fiquei assustada (rs) Não tinha contrato, não tinha noção do preço que cobraria, não tinha nada, só um sonho e uma vontade imensa de começar a trabalhar. Combinamos uma reunião na semana seguinte. Voltei pra casa eufórica! Eu já tinha uma noiva!!! Nem acreditava!

Na semana seguinte nos encontramos e fechamos contrato. Ela foi uma querida desde o início, me deu a maior força e disse que acreditava no meu potencial. Ela foi, sem dúvida, o meu amuleto da sorte!

Pronto, meu sonho estava se realizando! Era bom demais para acreditar! E era só o começo... ;)