A emoção na entrada da noiva (parte 2)

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Meu encontro com o Marcos no altar :)

Vamos à segunda parte do post mais bacana que já escrevi até hoje aqui no blog! O post não é meu, ele é de todas as minhas noivinhas. :-)

Depoimento da Giselle Weber

"Não é fácil descrever o que sente uma noiva ao entrar na Igreja. Alegria, felicidade, encantamento, realização... Claro que sim! Medo, talvez. Afinal, o novo é algo que assusta um pouco.

No meu caso, ao relembrar o momento, mais do que a ansiedade da espera no lado de fora da porta da igreja e o peso de saber que estava ali concretizando tantos sonhos e projetos, não consigo deixar de pensar na alegria e satisfação que senti ao ver tantas pessoas queridas reunidas, torcendo pela minha felicidade e do meu marido. Cada rosto que eu descobria naquela pequena multidão me passava uma felicidade e uma paz indescritíveis! E encontrar, ao final desse caminho, meu noivo sorrindo, satisfeito, tornou essa felicidade ainda mais perfeita, pois tive a certeza de que ele também estava sentido a mesma carga de boas vibrações. Posso dizer que até agora não vivi momento mais feliz em minha vida."

Depoimento da Renata Pinto

"Bom o que dizer da bendita porta da Igreja. Chegar ali de um mix de alegria, realização, missao cumprida, nervosismos, tensão, ansiedade, expectativa e choro que quer sair e a gente tem que segurar.

Quando já estava paradinha na porta, com o vestido ajeitado, buquet firme na mão e na altura do ossinho do quadril , os sinos começaram a tocar. Que momento sublime! Eu parecia nao acreditar que os sinos estavam sendo tocados para a minha pessoa única e exclusivamente. Parece que a vibração que sai do sino, foi como um calmante para o meu corpo, fiquei relaxada do fio de cabelo até o dedinho do pe. Qdo o trumpete tocou anunciando a entrada, sabia que aqueles segundos iam ser marcantes na minha trajetória como noiva até chegar no altar.

A porta foi se abrindo devargarinho e uma alegria indescrítivel toma conta de todos: de mim, do meu pai, dos nossos convidados. Parece que o tempo para! Fiquei olhando tuuuuuudo nos mínimos detalhes e a paradinha antes de comerçar a andar foi providencial. Queria ver tudo o que eu havia sonhado e planejado por tanto tempo. Nao sei se as noivas enxergam o noivo, mas eu enxergei ele de cara. Taoooooo lindo, me esperando e tentando segurar a emoção.

O caminho foi curto até o altar, mas a cada passo vc ve um rostinho conhecido, uma pessoa emocionada chorando e bem rapdinho eu desviava o olhar para o outro lado para ver um rosto que nao estivesse chorando. Afinal chorar embaça a vista e era o que eu menos queria naquele momento. Andamos beeeem devagar e pra dizer a verdade ate o cheirinho das flores deu pra sentir. Que sensação gostosa, de casinha no campo, de reunião de familia num final de tarde.

O restante da cerimônia acho que é uma consequencia do astral e da energia da entrada da noiva. Todo mundo quer ver a noiva entrar e caminhar até o encontro do amado. Acho que tive uma entrada tranquila o que desmonstrou para as pessoas um ''q'' de certeza, segurança, de amor verdadeiro que estava se concretizando naquele dia.

Fui muito feliz ao entrar naquela capela naquele dia. A emoçao é enorme, mas a lembrança do que aconteceu é infinita."


Depoimento da Juliana Braga

"Passamos meses intensos e cheios de expectativas para a realização de um grande sonho... o casamento. A preparação para o grande dia é um misto de ansiedade, sensibilidade à flor da pele e "eternas" dúvidas sobre escolha certa de flores, vestido, músicas entre outras milhões de decisões que fazem parte do dia-a-dia de toda noiva.

Os meses passam, o tempo parece voar e finalmente estamos paradas ali diante daquela imensa porta a poucos minutos de eternizar o nosso amor. O coração dispara, parece que vai saltar para fora do corpo. Neste momento um turbilhão de emoções nos invade, é algo indescritível... quando o cerimonial abre a porta podemos de fato nos dar conta da imensidão deste acontecimento. Ali, ainda parada para entrar, percebemos a felicidade no olhar do noivo e sentimos uma vibração muito positiva na presença das pessoas mais importantes em nossas vidas. Ah, quanta alegria!!!

Lembro que fiz questão de caminhar bem devagar...queria viver aqueles instantes intensamente, olhando bem para o meu noivo e para cada um que estava ali testemunhando a nossa felicidade. É um momento mágico, inexplicável, único em nossas vidas e que estará sempre guardado com muito carinho na memória."

Depoimento da Tati

" Desde sempre sabia que casaria na igreja! À parte da religiosidade em si, casar na igreja, para mim, sempre foi mais emocionante.. chorava horrores nos casamentos das minhas amigas! E no meu, pensava que não seria muito diferente!! Hoje, com toda a experiência de causa, pude constatar: DEFINITIVAMENTE, É MUUITO EMOCIONANTE! Só que diferentemente do que pensava... não desabei em lágrimas!

A entrada é punk! Um momento indescritível que só quem passou por isso vai entender do que estou falando. É um misto de nervosismo, emoção, ansiedade... tudo isso junto gera em vc uma sensação inenarrável de tão boa!!! Na hora, parecia estar anestesiada... tão anestesiada que segurei a onda e nem derramei uma lágrima sequer. Só pensava: "Deus meu, que coisa boa!!! Vou tratar de curtir ao máximo!" E assim o fiz. Fiz questão de caminhar pausadamente, curtindo cada segundinho.. Ver a igreja lotada de pessoas que te querem bem, felizes por compartilhar com vc este dia tão cheio de magia... NÃO TEM PREÇO!

Recomendo a todas a mulheres esta sensação!! É muuuuuito boa!!

Em resumo: parecia caminhar por sobre as nuvens!"

Depoimento da Dominique

"Ainda no carro, já tentava ver o que me esperava do lado de dentro. Em vão: as portas estavam fechadas para aumentar a expectativa do momento mais esperado de todo casamento: a entrada da noiva, a MINHA entrada. Meu nervosismo aumentava junto com um turbilhão de felicidade!Lembro de ter pensado na hora de entrar "como que eu seguro esse buquê?". É, eu sei, tanta coisa mais emocionante para se pensar... Mas foi isso que ficou se repetindo na minha cabeça durante o momento em que esperava as portas se abrirem. Acho que foi como uma "fuga": eu não queria chorar, queria entrar sorrindo, e do jeito que a emoção estava, meus planos iriam por água a baixo!

As portas se abriram e olhei para a Igreja linda, todos os olhares em mim, e finalmente encontrei o olhar mais importante: lá estava o Fernando, me olhando, sorrindo, os olhos brilhando. Não aguentei! Meus olhos se encheram d'água e meu coração, de felicidade! Nada mais de pensar no buquê: só conseguia pensar em quanta sorte eu tinha, em como eu estava feliz em estar ali, casando com o amor da minha vida! Comecei a caminhar mais e mais rápido pra encontrá-lo e meu pai foi quem me "segurou", afinal, a entrada da noiva é lenta e glamurosa... rsrsrs Com certeza, foi um dos momentos mais mágicos da minha vida! Emoção incomparável e inesquecível."

Depoimento da Anna

"Toda expectativa que gera o dia do nosso casamento é muito grande. Com certeza um dos momento mais aguardados por mim foi o da entrada na Igreja, foi muito emocionante estar ali com meu pai para dar um grande passo na minha vida. Enquanto aguardava no carro fiquei imaginando o que eu ia encontrar do outro lado daquela porta. Fiquei muito nervosa e emocionada quando entrei e vi todos meus amigos, familiares e a igreja cheia. Quando vi meu Lindo no altar me esperando, me veio a lembrança de todos os nossos momentos de namoro e dos preparativos do casamento. Foi um momento mágico e inesquecível pra mim."

Depoimento Anna Rafaela

"É meio clichê dizer que a entrada da noiva é um momento mágico! Mas é mesmo, a gente não pode fugir disso! Me lembro de estar ali, atrás da porta fechada, sentindo nervoso e felicidade ao mesmo tempo! Não sabia se chorava ou ria, é tudo tão intenso e tão rápido!

Quando tocaram os trompetes, respirei fundo e sabia que tinha chegado a hora... Olhei para o meu pai e ele disse sorrindo: Vamos! Lá de trás eu só conseguia ver meu (então) noivo. E todo o caminho até ele eu fui meio anestesiada... me lembro muito pouco do que eu vi, ouvi ou senti durante o trajeto, era como se eu estivesse sonhando...

Chegar ao altar foi como acordar e perceber que aquilo era realmente real, e não um conto de fadas! Mas com direito a felizes para sempre!!"

Depoimento da Gláucia

"Nossa! Quando cheguei na igreja, e comecei a percorrer o tapete vermelho na rampa rumo a entrada do salão principal, não conseguia me conter! Eu estava explodindo de emoção, era um misto de alegria, nervosismo, ansiedade e alívio. Alívio?! Mas é claro!! Imagine só, meses trabalhando, planejando e girando em torno do casamento e finalmente: nasceu!! E que parto bonito viu?!

Perto da entrada, olhei para minha mãe e segurei as lágrimas... pensei no meu pai...mas sabia que Deus havia de consolá-lo. O coração acelerado... o pensamento inevitável: será que veio todo mundo? E a decoração? Quando entre no corredor principal, e olhei todos em pé com um sorriso e os olhos brilhantes... pensei... vale a pena e é inesquecível! A medida que eu andava, digo, flutuava, porque eu não sentia meus pés... pensei, é isso... oportunidade única e irrevogável: o casamento. Afinal eu acredito no casamento, amor incondicional, perdão e a dor que isso traz também.... o famoso ônus e bônus.

As orquídeas deram um toque sublime e sofisticado, e deixaram a igreja deslumbrante... mas o melhor de tudo estava no final do corredor e na ponta do tapete! O meu escolhido... suando frio, lívido, com olhos marejados... O olhar fixo em mim, provavelmente pensando: “Onde eu fui me meter?” (risos) . E quando minha mãe me deixou ao lado do Rodrigo e seguiu o seu caminho... ele obteve a resposta... um beijo suave, um sorriso terno e a certeza que o futuro reserva surpresas e uma felicidade ímpar.

Agradeço a Deus pela nossa união e pelas bênçãos que nos concede diariamente. E peço diariamente, sabedoria, paciência e muito amor... porque realmente casar é fácil (ainda mais com a Manu ajudando!)... mas manter o relacionamento é um eterno desafio."

Depoimento da Tuana

"Sempre imaginei como seria esse momento. Planejamos durante meses, ou até anos, mas a emoção do momento é indescritível. Achei que fosse chorar horrores, mas a calma que tomou conta de mim naquele momento foi algo que não consigo explicar. Só queria ver meu marido que me esperava lá na frente, não escutava a música, não via as pessoas, só olhava para ele e não conseguia parar de sorrir. Sempre vejo e revejo minha entrada na Igreja, sem dúvida o momento mais emocionante e indescritível de todo o casamento, é o primeiro passo literalmente em direção a realização de um sonho."

Depoimento da Viviane

"Enquanto me arrumava no hotal, nem acreditava q aquele dia tivesse chegado de verdade! Era um sonho, sim, mas eu queria registrar tudo cada momento! E a entrada na igreja foi surpreendente! nunca imaginei que fosse essa explosão de sentimentos, emoção que sei, nunca mais se repetirá!

Enquanto a Grande Porta da Igreja se abria eu tive um pouco de medo, mas logo passou e fiquei abismada com a quantidade de gente lá, todos aqueles olhares, todos aqueles sorrisos e sussurros de "linda!" eram para mim! E exclamei "CARACA!!!". Meu coração vei na boca! Minhas pernas, nem me dei conta q existiam e fomos entrndo, eu e meu querido tio Beto, em direção ao meu Murilo. À medida q passava por pessoas queridas, sentia a boa energia no local, a emoção ficava diferente e sei que não pareceu rápido demais, pareceu ÚNICO! E isto eu não consigo explicar com palavras! Andar até o altar, para o meu Murilo, minha família agora... É verdadeiramente ÚNICO! Foi a experiência mais mágica da minha vida!!!! E de coração, desejo isso para todas e todos que ainda não tiveram este prazer!!! Pois é muito bom desejar coisas boas e isto é bom demais!!!! Que saudade de tudo!!!

É isso, manu, mas não consegui dizer ao certo o q é, mas vc entendeu e já sentiu isso! vc sabe do q estou falando! graças a Deus!!! Obrigada, querida Manu, por ter aberto aquela enorme porta para eu viver uma das melhores coisas de toda a minha vida!!! Nossa! me emocionei! deixa eu ir!! hehehehehehe"

Depoimento da Andresa

"Quando cheguei prox a Igreja pediram que esperasse um pouco, pra daminha(que tava atrasada) chegar! Fiquei uns 20' no carro e até dormi! rsrs...então, finalmente chegou a hora!!! Mas a ficha só caiu mesmo quando, na porta da Igreja, meu pai emocionado, me olhou e disse: " Você tá uma noiva linda minha filha".

MALUCO, deu um nó na garganta! TRAVEI !!! Dali em diante fui no automático! Alguns dizem que vc relembra os momentos do relacionamento ate chegar no altar. Eu num consegui pensar em nada, ver nada, enfim, parecia que tinha uma labareda acesa dentro de mim , um misto de anestesia com vontade de chorar, rir, gritar e uma felicidade que não cabe dentro da gente!!!

Realmente a M-E-L-H-O-R experiencia da minha vida!!! MANU, mais uma vez, valeu por me ajudar nesse momento tao unico !
Da sua eterna novinha!"

Depoimento da Heloisa

Eu sonhei com meu casamento a minha vida inteira, amava ver videos, fotos... Ficava idealizando o que eu faria, como faria, o que eu achava que ia sentir. E quando finalmente meu dia chegou, eu descobri que era mais, MUITO mais do que aquilo que eu pensava que fosse.

Durante a manhã eu não parava de repetir: "É hoje, é hoje!!". Quando cheguei no hotel eu pulava na cama pensando: "Eu to aqui, eu não acredito que eu to aqui...". Parecia uma criança.

Permaneci em estado de graça um bom tempo sentada na cama do quarto pensando em tudo que eu tinha feito até esse dia: o namoro, o noivado, os preparativos, as pessoas maravilhosas que me ajudaram, meu Deus, como é bom esse dia! Como esse momento é importante! Fiquei muito calma o resto do dia, tudo muito gostoso, muito feliz, aliás, que felicidade!! Felicidade minha e de todos que estavam perto! A ansiedade foi aumentando,estava tudo tão certo que eu não acreditava o quanto eu tinha sorte, eu não parava de achar que estava sonhando!

Chegar no local da cerimônia me deu mais nervoso ainda, eu estava nervosíssima, meu coração batia forte. De dentro do carro, eu conseguia ver as pessoas que ainda chegavam, felizes, agitadas. Como chegava gente! Até que uma assistente da Manú disse: "Está bem cheio!"... Nossa!!! Meu coração pulava, as borboletas faziam festa na minha barriga e meu pai tentava me acalmar.

Saímos do carro, a cerimônia começou, e eu sinceramente não sei dizer o quanto é absurda a sensação de andar a caminho do altar, olhando sorrisos de amigos a sua volta, olhando seu futuro marido lá, sem tirar os olhos de você! Quando olhei pro Diego e ele sorriu pra mim, o mundo parou por um segundo! Passei a cerimônia inteira não acreditando que era meu casamento, meu dia, foi tudo tão perfeito, do jeito que eu sonhava... Meu coração fica apertado só de lembrar! É maravilhoso ter todas aquelas pessoas queridas te desejando felicidades, ter seu marido dizendo que te ama e uma pessoa tão especial, uma fada madrinha como Emanuelle Missura."

Depoimento da Cristini

"Frio na barriga, tremedeira,estômago embrulhado. Uma mistura de sensações estranhas nunca sentidas antes, tomaram conta de mim na porta da igreja. Eu sonhava tanto em me casar que quando chegou o dia parecia que não era comigo. Me senti ,durante todo o dia, me arrumando para um casamento qualquer. Todas juntas: eu , mamãe, as irmãs e até a prima. Muita farra, brincadeiras e ainda parecia que não era comigo! Até que chegou o momento de colocar a grinalda e, então o véu. Parei. Me olhei e, pela primeira vez no dia todo, senti: era meu o tal casamento. Daí pra frente uma euforia tomou conta de mim.

Chegando na igreja já estava louca pra sair do carro correndo, afinal o vestido estava me matando. Esqueci de experimentá-lo sentada!!! Assim que eu saí do carro minha cerimonialista, lindíssima, veio me receber com suas meninas. Elas, então, iniciaram o cortejo e a magia começou a acontecer! Foi incrível conseguir ver as cabecinhas no meio da igreja lotada. Passaram os avós, os padrinhos, mamãe, o noivo, as damas. E eu lá fora dançando as músicas do cortejo que eu mesma havia escolhido!! Acompanhando cada entrada, sem ver nada direito, já que a minha posição não era muito favorável naquele momento!!

Eis que chega a minha vez. O soar dos sinos, a fanfarra dos trompetes, o retoque com o batom da cerimonialista, meu pai nervoso, dizendo: "isso é mole pra gente, minha filha!" E de repente, como em um piscar de olhos, estavam todos os convidados olhando pra mim. A igreja estava linda e superlotada.Foi a maior alegria que eu já senti em toda minha vida. Não consegui chorar, porque eu estava tão , mas tão feliz que eu só fazia sorrir. Até com o véu travando no tapete vermelho eu conseguia sorrir!! Parecia que eu flutuava na nave da igreja. Fiquei meio cega e surda!! Eu olhava para as pessoas e não via ninguém, só conseguia ver o Fred lá longe.. a música tocava e eu nada ouvia..até que cheguei no altar e foi o maior alívio. Acho que eu fui sem respirar até lá de nervoso!! Quando o Fred me deu o braço eu pensei: hoje eu só saio daqui casada com esse homem. E não é que foi isso que aconteceu! O padre confirmou pra não ficar dúvidas: "eu vos declaro marido e mulher". Ai, que emoção!"

Não é lindo ler todos esses depoimentos? Eu estava ao ladinho delas e vi tudo de camarote :) Muito emocionante!

Um beijo,
Manú