Casamento Flavia e Flavius

terça-feira, 30 de agosto de 2011



O casamento da Flavia e do Flavius foi  S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L!!!!!!!!

Conheci a Flavia através da Camila Benvenuto. Duas amigas apaixonadas por casamento que sonhavam com esse momento desde pequenas.

Na primeira reunião tive a oportunidade de conhecer o noivo. O Flavius é um barato! Sorriso solto e gente fina. A Flavia uma tagarela que falava com muita empolgação do casamento. Me identifiquei com eles na hora! Primeiro porque sou mega tagarela (rs) e segundo que adoro casais intensos e de ótimo astral! 

Durante os preparativos tivemos uma reunião com a Cris Magalhães que foi o maior barato! Nesse dia conheci a mãe da noiva e a irmã. Uma reunião que deveria levar uma hora levou duas horas e meia! A Marisa (mãe da noiva) mostrou que empolgação está no dna desta família. Que mãe animada! Ela contou muitas histórias divertidas, falou da ansiedade que estava sentindo com o casamento da filha e da alegria em poder participar de tudo. A Marisa é uma mãezona! Muita sorte ter uma mãe assim!    

O tempo passou depressa e na semana do casamento fomos fazer o ensaio. Foi um barato! A Flavia estava elétrica!!! Dizia que parecia uma árabe de tanto que estava falando. Eu achando tudo muito engraçado... Acho um barato ver a noiva ansiosa e feliz. Gosto é disso! Durante o ensaio ela ficou emocionada. Era só o começo de muitaaaa emoção!

E  finalmente o dia 27 de agosto tinha chegado! Chegamos e a primeira cerimônia estava terminando. Enquanto isso, o noivo chegou e ficou na porta da igreja fazendo uma social básica. Flavius sorria sem parar! Pensem em um noivo feliz, era o Flavius!

Aos poucos os padrinhos foram chegando na sacristia e logo virou uma mini festa. Sete casais de padrinhos para cada lado, as duas avós da noiva, os pais da noiva, as crianças, o cerimonial, fotografia etc. Foi uma pré-festa, sem dúvida! Clima que eu adoroooo!!!

Estava na hora de realizar o sonho da Flavia. O cortejo já estava pronto e era hora de passar na porta para dar um oi básico para a noiva. A Flavia pulava de tão feliz! Ela estava linda! O vestido parecia de princesa! Uma saia enorme, na cintura um belo drapeado e a manga era de renda até a altura do cotovelo. O arremate ficou com a mantilha maravilhosa que foi usada pela mãe da noiva. Mais tradicional impossível! Chiquérrimo!

Atrás da enorme porta da Monte do Carmo a emoção era muito grande. A Flavia não chorou, ela pulou! Ela pulava sem parar! A reação mais alegre que uma noiva minha já teve. Quando a porta abriu, ela foi tomada por uma sensação de calma e plenitude. Andou bem devagar e sorriu para todos. Acho sensacional esse controle das noivas. São super espoletas atrás da porta e quando a porta abre elas se acalmam e caminham numa elegância sem fim! 

No altar o Flavius esperava ansioso. Ela foi chegando de mansinho e bem pertinho do altar, não aguentou e começou a chorar. Tão bonitinha! Ele foi buscá-la e eles trocaram um longo abraço. Foi de suspirar!

A cerimônia foi celebrada pelo querido e amado Frei Zé Pereira. Com ele, a cerimônia se torna mágica e perfeita! E tudo fica ainda mais lindo quando os noivos são mega apaixonados :-) O juramente foi emocionante do início ao fim! Só para vocês terem uma ideia, o meu pacotinho de lenços foi inteiro de tanto que a noiva chorava. Foi tãooooo bonito!

No final, uma surpresa: os noivos saíram ao som de rock balboa. Foi muito engraçado! Bom mesmo foi ver a reação dos convidados. Todos acharam o maior barato!

A festa foi o máximo! Começando com a entrada empolgante deles ao som de "I was born to love you", seguindo com um vídeo surpresa e depois com a primeira música em total clima de amor :-)

Os noivos curtiram todos as horas, minutos e segundos! A Flavia? Juro por Deus: foi a noiva mais animada de todos os casamentos que já fiz! Ela não parava nem quando eu tentava arrumar o cabelo dela! Ela pulava, dançava, corria pelo salão, interpretava as músicas com caras e bocas... Uma energia incrível! E acreditem: ela passou a noite só bebendo água! 

O mais bonito foi percebero o quanto os dois se amam e estavam felizes! 

Um beijo enorme,

Manú