Casamento da Olívia e do Pedro

segunda-feira, 5 de novembro de 2012


O casamento da Olívia e do Pedro foi demais!!!!

A primeira reunião com a noiva foi o maior barato! Achei ela um amor! Ela, a mãe e a irmã foram super simpáticas! Sabe quando a gente sai de uma reunião super empolgada? Me senti exatamente assim :-)

Ela sabia bastante sobre casamento e já tinha praticamente tudo encaminhado. Sendo assim, optou pelo cerimonial do dia do casamento.  

O grande dia - Na igreja a primeira noiva estava atrasada. O jeito foi esperar e acalmar a minha noivinha.

O noivo chegou cedo e ficou conversando com os amigos do lado de fora da igreja. O Pedro é super gente boa como a Olívia. Casal 20 total!

O tempo passou depressa, o padre correu com a primeira cerimônia e estava na hora de montar o cortejo. Normalmente eu chamo os casais e vou colocando em fila. Fui fazendo isso e ao final, todos batiam palmas. Foi muito engraçado! Já dava para sentir o quanto a festa seria animada...

Olívia chegou toda serelepe! Ela e o pai estavam na maior sintonia boa! Os dois ficaram escondidinhos dentro do carro, no ar condicionado, enquanto o cortejo entrava.

O cortejo seguiu com a maior animação e estava na hora de buscar a noiva :-)

Ela saiu do carro e só então puder ver o quanto ela estava linda! O vestido dela era demais: tomara que caia, com saias e mais saias de tule e nas costas um lindo laço. Amei!!!

Atrás da enorme porta da antiga sé, a noiva respirava fundo. Olívia estava super emocionada! Tão lindinha :-)

A porta abriu, ela olhou para o pai e eles seguiram super felizes até o altar. O noivo esperava com um sorriso de orelha a orelha!

A cerimônia foi super descontraída e criativa. O padre era amigo da família e conhecia os noivos há muitos anos. Bem legal!

A festa - Os noivos entraram na festa e rolou o de sempre: bolo, brinde, agradecimentos... e depois: foi animação total!!!!!! Que festa boa, divertida e alegre!

Foi  S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L!!!!!

Olívia e Pedro - Tudoooooo de bom nessa nova etapa da vida de vocês!

Um beijo enorme,
Manú